sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Carro fica atolado em um buraco da obra de esgoto da Odebrecht na Rua Frei Estanislau Schaette bairro Água Verde. Veja as fotos e o desabafo da internauta Elaine Cristina Malheiros.

Carro fica atolado em um buraco da obra de esgoto da Odebrecht na Rua Frei Estanislau Schaette bairro Água Verde. 
Veja as fotos e o desabafo da internauta Elaine Cristina Malheiros.
Fotos enviadas pela internauta Elaine Cristina Malheiros 

VEJA O COMENTÁRIO E O DESABAFO DA MOTORISTA ELAINE CRISTINA MALHEIROS:
"Em Blumenau não pode chover. 
Cinco, 10 ou 15 minutos de chuva são suficientes para que a cidade fique o caos. Se não é alagamento, é deslizamento. Se não acontece o deslizamento, carros atolam em obras mal feitas, ou pior, inacabadas. Aqui está um exemplo. O episódio ocorreu nesta noite de quinta-feira, dia 29 de janeiro de 2015, durante a chuva torrencial, na Rua Frei Estanislau Schaette, na altura do número 1991, em frente à KS Embalagens. 
Chamamos o SAMAE e descobrimos que a obra, se é que pode ser chamada de obra, é de responsabilidade da Odebrecht. Para piorar, o pátio de obras estava localizado a 30 metros do acontecido, porém não havia ninguém no local que pudesse nos socorrer. Tivemos a sorte de ter um bom samaritano que nos auxiliou na retirada do carro com uma corda e seu carro particular."
Fotos: Elaine Cristina Malheiros
Fotos enviadas pela internauta Elaine Cristina Malheiros 
Fotos enviadas pela internauta Elaine Cristina Malheiros

4 comentários:

Joao Carlos Riedel disse...

O pessoal podia aprender a ler placas também...
O local está devidamente sinalizado, passo por ali todo o santo dia, inclusive ontem a noite. (29/01)

Também não deixa de ser verdade que é uma bagunça e vergonha essas obras e o jeito que deixam, entretanto não justifica a falta de atenção da condutora.

Joao Carlos Riedel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

A obra ainda está em andamento e estava sinalizada sim, e com essa chuva torrencial o que é que aguenta em Blumenau. Não estou defendo os executores da obra, porém, parece-me que faltou atenção da motorista também ao trafegar pela rua.

Anônimo disse...

eu vi isso