quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Fotos: Mais um protesto nesta terça-feira em Blumenau contra o aumento da tarifa do ônibus. Manifestantes fecharam a Rua 7 de Setembro.

Fotos: Mais um protesto nesta terça-feira dia 26/02/2013 em Blumenau contra o aumento da tarifa do ônibus. Manifestantes se reuniram na Praça da Prefeitura às 17h30min e por volta das 19h eles fecharam a Rua 7 de Setembro sentido Terminal da Fonte.
Foto de Jaime Batista da Silva 
 Foto de Jaime Batista da Silva 
 Foto de Jaime Batista da Silva 
 Foto de Jaime Batista da Silva 
 Foto de Jaime Batista da Silva 
Foto de Jaime Batista da Silva 

3 comentários:

Paulo Camean disse...

Eu sou totalmente a favor de qualquer forma de protesto, desde que esse não ultrapasse o direito dos outros.
Acabei de fica 1 hora parado no transito da Rua 7 em Blumenau por conta do protesto da passagem de ônibus, até ai tudo bem.
Mas ao entrar no corredor de ônibus da esquida da Rua 7 com a Alameda (onde não é proibido o transito de veiculo) fui cercado por mais ou menos 10 pessoas.
Tiraram fotos da placa do meu carro, do meu rosto e me ameaçavam, me xingavam. Um deles com uma mascara ameçou subir no capô do meu carro, perguntei porque usava mascara se ele estava certo.
Outro alterado, veio esfregar um crachá em minha cara dizendo que tinha o direito de fotografar...pode até ter direito de fotografar, mas se usar minha imagem, vai pagar por isso...
Tentaram me intimidar, tentaram me provocar para que eu perdesse a cabeça e fizesse algo que perderia meu direito....
Isso é protesto? E meu direito de ir e vir, eu estava indo pra casa, ia entrar na Alameda, estava no meu direito, trabalhei o dia inteiro, estou doente... Que direito teem de me proibir de estar onde eu posso estar?
Também já protestei, mas sempre deixavamos uma faixa para os carros passarem!
Eu não aumentei a passagem do ônibus, eu só queria ir pra casa, cansado, com fome e doente... Qual o direito que tinham de fazer isso comigo?
Postem as fotos...e vamos ver quem vai pagar por isso, com certeza o valor vai ser superior ao da passagem de ônibus!

Paulo Camean disse...

Eu sou totalmente a favor de qualquer forma de protesto, desde que esse não ultrapasse o direito dos outros.
Acabei de fica 1 hora parado no transito da Rua 7 em Blumenau por conta do protesto da passagem de ônibus, até ai tudo bem.
Mas ao entrar no corredor de ônibus da esquida da Rua 7 com a Alameda (onde não é proibido o transito de veiculo) fui cercado por mais ou menos 10 pessoas.
Tiraram fotos da placa do meu carro, do meu rosto e me ameaçavam, me xingavam. Um deles com uma mascara ameçou subir no capô do meu carro, perguntei porque usava mascara se ele estava certo.
Outro alterado, veio esfregar um crachá em minha cara dizendo que tinha o direito de fotografar...pode até ter direito de fotografar, mas se usar minha imagem, vai pagar por isso...
Tentaram me intimidar, tentaram me provocar para que eu perdesse a cabeça e fizesse algo que perderia meu direito....
Isso é protesto? E meu direito de ir e vir, eu estava indo pra casa, ia entrar na Alameda, estava no meu direito, trabalhei o dia inteiro, estou doente... Que direito teem de me proibir de estar onde eu posso estar?
Também já protestei, mas sempre deixavamos uma faixa para os carros passarem!
Eu não aumentei a passagem do ônibus, eu só queria ir pra casa, cansado, com fome e doente... Qual o direito que tinham de fazer isso comigo?
Postem as fotos...e vamos ver quem vai pagar por isso, com certeza o valor vai ser superior ao da passagem de ônibus!

Anônimo disse...

Até que enfim Blumenau tem um presidente do Seterb que questiona e poe em xeque o Consórcio Siga a favor do cidadão ao contrário do antigo presidente que não deixava de ser um autêntico baba-ovo que ocupou um cargo que jamais foi seu.
Meus sinceros parabés à atual diretoria do Seterb.
Eu como usuário do sistema quero e tenho direito a um mínimo de conforto térmico e conforto ocupacinal.
Falando nisso, os sistemas de ar condicionado das estações de embarque foram desativados, ainda estamos no verão, se esqueceram ?
Se for para manter igual 3,05 é demais. Até mesmo o atual valor é demais.
Tchau Rudolf Clebsch, já vai tarde !